O espetáculo “Brechó” é um “reality theater”. O público denominado de “Estilista” – participa ativamente, tomando decisões, através de sorteio dos sete textos, que entram em cena, sem saber qual texto irão representar.

A peça não tem nenhum improviso e a grande surpresa para todos os atores – que já têm os 7 textos decorados – fica por conta dos personagens daquele dia.

Portanto, “Brechó” é um espetáculo que pode e deve ser visto diversas vezes. Basta criar uma torcida para experimentar uma deliciosa forma de ver o mesmo texto, sendo interpretado e conduzido por diversos atores.

O “Dono do Brechó” (apresentador), organiza “Cabides” (textos) e o público elege – através de rápida votação – ao final do espetáculo: O “Top Model” (que ganha a imunidade da semana. Somente ele saberá qual texto irá interpretar na semana seguinte) e o “Maltrapilho”  (que perde o direito de participar do espetáculo na apresentação seguinte).

Adaptações de texto: Eber Rodrigues, Daniel Bueno, Faby Veras e Vinicius Redondo

Direção: Alan Pires

Assistência de direção: Priscilla Ribeiro

Elenco: Angélica Casselli, Daniel Bueno, Danilo Lopes, Eber Rodrigues, Fabiana Nunes, Faby Veras, Marcus Vinicius Lacerda, Ordilei Haine, Paco Bonoli, Paulinha Vezani, Priscilla Ribeiro, Rudney Souza, Roberta Freitas, Roberto Mansini e Wellington Ribeiro