Venha ser Amado – Mostra Amadododito 20 anos

Projeto Kickante www.kickante.com.br/campanhas/venha-ser-amado

Conheça todo o nosso trabalho em www.amadododito.com

Curta a nossa FanPage no Facebook www.facebook.com/amadododitociateatral

VENHA SER AMADO COM A GENTE!

AJUDE-NOS A TORNAR NOSSA SEDE AINDA MELHOR E VENHA SER AMADO TAMBÉM!

Nós, da Amadododito Cia. Teatral temos escrito nossa história com muita paixão e arte! Não contamos com investimentos privados ou governamentais. Todas as nossas realizações foram possíveis por meio da contribuição dos artistas da companhia e toda a receita gerada foi reaplicada no trabalho.

Agora, queremos contar com sua contribuição!

Com o desejo de manter o encantamento do público que se identifica com nosso trabalho, estabelecemos nosso espaço cênico, fixando assim a localização de nossos espetáculos. Nossa sede, a Amadododito Fábrica de Arte, localizada à Rua Aimberê n° 236, em Perdizes, São Paulo/SP, abriga as montagens e oficinas da Amadododito Cia. Teatral. Além disso, tem sido palco de peças teatrais de outros grupos e imensa gama de espetáculos cênicos de diferentes artistas. Nossa ambição é ser não só um ponto de encontro, mas também, um local que produz e divulga cultura. O espaço tem 300 m2, capacidade de 50 pessoas, tem amplo camarim e é bem localizado.

Só que tudo o que é material vai se depreciando e o espaço está precisando de umas obras de manutenção e de aquisições para ficar ainda melhor:

• Arquibancada nova (R$ 7.000,00);

• Porta anti-pânico (R$ 2.000,00);

• Parede de isolamento acústico (R$ 2.000,00);

• Equipamento de luz e som (R$ 12000,00);

• Manutenção elétrica (R$ 1.500,00);

• Troca do cabeamento principal de alimentação de energia a mesa de luz (R$ 500,00);

• Ar condicionado (R$ 7.250,00);

• Projetor (R$ 2.300,00);

• Extintores (R$ 350,00).

Na Amadododito Fábrica de Arte, muitas histórias foram construídas. Em novembro a nossa Cia Teatral comemora 20 anos de resistência artística, da forma mais prazerosa do mundo: escrevendo, adaptando e criando os nossos espetáculos. O nosso único apoio sempre foi o público amante da arte.

Somos uma das companhias de São Paulo que está em cartaz por 10 anos de forma ininterrupta.

Na comemoração dos nossos vinte anos, queremos até novembro estrear seis novos espetáculos. Estas novas produções não podem parar. Serão necessários valores para a compra de figurinos (R$ 3.800,00), cenários (R$ 7.500,00), maquiagem (R$ 1.200,00) e material gráfico (R$ 2.600,00), para a realização destes espetáculos:

• Um homem sem importância • Amigos para sempre • Amor embutido

• Sem graça, nem de graça • Os inimigos não mandam flores • Era outra vez

Os quinze espetáculos que estarão na nossa Mostra de 20 anos (incluindo as seis novas produções) serão:

Amigos para sempre
A comédia do coração
Brechó: Grandes Autores
Desgraça, sem graça, nem de graça
Era outra vez
#Indignados
Louca de Pedra, Doira Varrida
Mentirosos
O amor embutido
O melhor de mim
O Príncipe que não sabia de nada
Os inimigos não mandam flores
S-antas
Sarau – 20 anos
Um homem sem importância
Então, você aceita nosso convite de ser tornar parceiro da Amadododito Cia Teatral?

Veja na coluna ao lado as contrapartidas que ofereceremos! Contribuir é bem simples: depois de decidir qual contrapartida você quer receber, você pode pagar via boleto ou cartão de crédito.

Abaixo, um pouco mais sobre nós:

A história da Amadododito Cia. Teatral começou em 1996. Alan Pires, atualmente diretor da companhia, e a atriz Priscilla Ribeiro, criaram o grupo com outros colegas de escola. Os espetáculos ocorriam na própria escola, onde estudavam. Já nessa época, Alan Pires começou a dar oficinas livres de teatro para adultos, jovens e crianças. O sexto trabalho do grupo foi o grande divisor de águas: a montagem da peça A Comédia do Coração, de Paulo Gonçalves, em 2007. Nessa peça, em que os atores dão vida aos sentimentos humanos, surgiu a necessidade de maior aprofundamento nos personagens. Houve muita experimentação em busca de entendimento do ser até encontrar possibilidades de transmitir cada um dos sentimentos de forma a tocar o espectador. A estreia foi em 2008, e os resultados foram surpreendentes para os próprios atores, muitos dos quais fazendo sua primeira peça teatral. O público respondeu com entusiasmo e o boca-a-boca fez lotar constantemente o antigo Teatro Plínio Marcos, espaço fora do circuito, dentro de um shopping abandonado. O Amadododito tem, atualmente, 17 peças em seu repertório.